Capa do livro

O distúrbio de condução do ramo direito, devo me preocupar?

O distúrbio de condução do ramo direito é uma alteração frequente na população geral e siginifica que o estímulo é condizido de forma mais lenta pelo ramo direito do sistema de condução.

É um achado comum em todas as idades, com maior prevalência em homens em comparação com mulheres e pode estar presente em 2% da população brasileira. Alguns fontes da literatura referem prevalência de até 5 a 10% a depender da faixa etária.

É uma condição assintomática, muitas vezes evidenciada em um eletrocardiograma rotineiro. Mas pode ser encontrado em uma minoria de casos de portadores de comunicação interatrial, por isso, é recomendado realização de ecocardiograma.

O distúrbio de condução do ramo direito não representa risco cardiovascular.

Portanto se o ECG evidenciou essa alteração, fique tranquilo(a) e procure um cardiopediatra para esclarecimentos!






Veja também


Capa do livro

Existe contra-indicação para realizar o Ecocardiograma Pediátrico?

Não expõe o paciente a radiação ionizante e não sofre interferência com uso de medicações ou com a idade. No entanto apresenta algumas limitações quanto á aquisição adequada das imagens: ❣Mal formações torácicas; ❣Agitação da criança; ❣Choro intenso.

Quero saber mais
Capa do livro

Existe preparo para realizar o Ecocardiograma Pediátrico?

Não existe necessidade de preparo habitualmente. Em crianças menores grandes quantidades de leite ou alimentos no estômago podem causar desconforto ao deitar (o exame é realizado com o paciente deitado).Por isso, deve ser evitado alimentar o paciente na sala de […]

Quero saber mais

#PetitCor Instagram